Muitos de nós, adultos, crescemos e vivenciamos a época das mídias físicas (hardwares), que eram pensadas para armazenar informações de forma segura e sem risco de perder arquivos. No entanto, vimos que isso não deu certo e, a partir daí, a grande solução para esse problema, que está fluindo muito bem, foram os serviços de nuvem (cloud ou clouding).

Para uma empresa se manter em alta no mercado, já se tornou essencial a transição de seus sistemas internos para a Nuvem. Hardwares já estão sendo descartados, substituídos ou sendo deixados como segunda opção, em detrimento dessa nova forma de guardar informações. A mudança para os próximos anos será inevitável, sendo necessário repensar nossos costumes direcionados à tecnologia.

Para entender melhor sobre esse assunto tão importante atualmente, preparamos uma gama de informações sobre como o serviço de armazenamento on-line vai transformar nossa sociedade e mundo contemporâneo. Confira logo abaixo!

Expectativas para o futuro

Apesar dessa transição para serviços de nuvem parecer novidade, entre os analistas e investidores, não é nenhuma surpresa, mesmo porque já estavam visualizando essa mudança há bastante tempo, com publicações e discussões acirradas sobre o tema.

A conceituada Gartner prevê que o valor total dessa transposição tem potencial para alcançar os mais de US$ 216 bilhões até, no máximo, 2020. Além disso, a quantidade de aplicações que os serviços de nuvem têm atingido é impressionante até para os mais descrentes. Ele alcançou, inclusive, áreas como a da saúde e a de prestação de serviços diversos.

Podemos pensar, também, no avanço dessa tecnologia por proporcionar o acesso à computação cada vez mais, e isso facilita aos consumidores ficarem mais próximos dessa inovação mercadológica de forma imersiva.

De fato, toda essa mudança está desafiando tanto empresas de pequeno porte, quanto multinacionais, pois exige uma cultura empresarial diferenciada daquela que estávamos acostumados há décadas atrás, trabalhando somente com estruturas físicas, como documentos impressos. Novas habilidades serão necessárias nos setores de TI, tendo capacidade para solucionar problemas de forma rápida e eficaz.

Essa nova tecnologia traz consigo uma segurança nos dados dos usuários e se torna quase impossível perdê-los, pois a Nuvem utiliza um sistema de integração gigantesco, guardando as informações da empresa em diversos servidores diferentes.

Integração da Nuvem com o RPA (Robotic Process Automation)

Antes de falarmos sobre essa integração, devemos entender o que é o RPA. Basicamente, ele é um software de automação que executa tarefas repetitivas e, muitas vezes, pouco importantes para o desenvolvimento do sistema, mas que acabam sobrecarregando uma pessoa que tivesse que fazer esse trabalho.

Essa ferramenta se diferencia da concorrência por ser totalmente voltada para o meio empresarial, com capacidade de adaptação a inúmeros processos sem necessidade alguma de intervenção humana, ou seja, uma robotização completa.

Portanto, quando se une a Nuvem com o RPA, o que se tem é uma velocidade de transmissão de dados de download e upload altíssima, pois, com o software de automação cuidando dos resquícios e pormenores do sistema, o servidor tem o trabalho somente de manipular os arquivos que o usuário deseja.

Essas tecnologias envolvidas são somente o começo de uma grande era digital que está em ascensão e pretende dominar a maneira como pensamos e guardamos as nossas informações.

Agora que você sabe da importância dos serviços de nuvem, veja como o RPA pode fazer a diferença em seu escritório também!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
Spread the love