Robotic Process Automation, ou simplesmente RPA, é a automação de processos empresariais por meio da Inteligência Artificial (IA). No passado, as ferramentas de automação de processos precisavam receber listas de atividades criadas pelos profissionais para executar as tarefas.

Hoje, com o RPA, a máquina observa as atividades realizadas pelos desenvolvedores na interface gráfica e as automatiza. Ou seja, ela não precisa aguardar as instruções por texto e funciona na base da observação.

Assim, um RPA é capaz de padronizar e executar atividades como digitar informações, capturar imagens, inserir dados em campos de texto, entre outras atividades. Assim, essas tarefas são realizadas com maior eficiência e agilidade, reduzindo o tempo gasto pelos desenvolvedores com tarefas triviais. Em termos de produtividade, aplicar um RPA garante maior rendimento das equipes de desenvolvimento.

Neste artigo, vamos entender um pouco mais sobre o uso de RPA e as suas vantagens. Vamos lá?

Razões para aplicar o Robotic Process Automation

1.Aumento de produtividade

O ganho mais claro do uso de um RPA é em produtividade. Na verdade, estima-se que esse ganho seja refletido na redução de custos em 30%, uma vez que tarefas triviais são delegadas à máquina e permitem que os desenvolvedores invistam o seu tempo em tarefas mais relevantes. Ainda, a automação reduz as possibilidades de erro humano nos processos, reduzindo os riscos operacionais.

2.Rápido retorno de investimento

A automação de tarefas traz resultados rápidos para a empresa e o seu retorno de investimento é constatado após pouco tempo de uso. Por tornar equipes mais eficientes e rentáveis, é possível remanejar os investimentos em mão de obra e aplicar essa verba em outras áreas da empresa. Inclusive, a automação melhora a experiência dos clientes por oferecer atendimento mais rápido e eficiente.

3.Melhora dos processos internos

Outra vantagem do RPA é a melhora dos processos internos. Diferente do BPM, a automação permite melhor análise do fluxo de trabalho e dos dados gerados pelas tarefas executadas. Com isso, é possível gerar relatórios mais precisos e confiáveis, que resultam em melhores processos. Além disso, ela melhora o controle e a transparência das atividades realizadas pela empresa.

Desafios da implementação do RPA

Apesar de trazer benefícios claros para os negócios, a implementação do RPA exige alguns pontos de atenção. Primeiramente, a tecnologia deve ser operada por um profissional responsável pela instalação e manutenção desse robô.

Ou seja, é necessário o investimento na infraestrutura de instalação, incluindo a base de servidores para rodar essa aplicação. Assim, é preciso fazer uma análise cautelosa de custos na hora de contratar um RPA.

Outro ponto de atenção é a segurança. O RPA interage com a interface gráfica do sistema, da mesma forma que um desenvolvedor o faria. Por isso, o robô precisa ter direitos de acesso ao sistema, capaz de instalar e remover programas, por exemplo. Considerando que todo sistema de tecnologia tem vulnerabilidades, os riscos de invasão e controle dessa tecnologia não podem ser ignorados.

Concluindo, o uso de Robotic Process Automation é uma tendência forte dentro das empresas. A tecnologia reduz custos operacionais e aumenta a produtividade dos desenvolvedores.

Por interagir diretamente com a interface gráfica, a tecnologia é capaz de executar tarefas em programas e até mesmo configurar aplicações. Contudo, a segurança e os custos são pontos que devem ser observados.

E o que você acha? O RPA é para você? Não deixe de contar a sua opinião nos comentários.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Spread the love